.
em foco...
Angola

Criação da primeira Sala de Negócios em Luanda

 

Um protocolo de cooperação para a criação da primeira Sala de Negócios foi assinado na quarta-feira, em Luanda, pela Agência para Promoção de Investimento e Exportações de Angola (APIEX) e pela Associação das Indústrias de Bebidas de Angola (AIBA).

APIEX cria mecanismo de promoção das exportações
Fotografia: Dombele Bernardo | Edições Novembro

A Sala de Negócios tem por finalidade servir os empresários nacionais e estrangeiros em matéria de celebração de negócios e realização de reuniões em ambiente comedido, envolvido num “cocktail” angolano, com alimentos e bebidas com a marca nacional.
O presidente da Agência para Promoção de Investimento e Exportações de Angola, Belarmino Van-Dúnem, disse que o Executivo definiu pilares estratégicos para o desenvolvimento do país, que procuram promover as iniciativas do empresariado, no sentido de internacionalizar o comércio e contribuir para o equilíbrio do sistema financeiro angolano.
A Agência para Promoção de Investimento e Exportações de Angola tem por missão promover as exportações e captar o investimento, de formas a tornar robusta a economia nacional. O protocolo rubricado visa divulgar as realizações dos associados.
O presidente da Associação

das Indústrias de Bebidas de Angola, Manuel Sumbula, referiu que assinatura desse protocolo “é de grande valia, porque vem ajudar a produção nacional e a exportação”, tendo em atenção que a sala de negociação está devidamente equipada. Manuel Sumbula garantiu que a Associação das Indústrias de Bebidas de Angola já está a exportar produtos para o estrangeiro, de forma tímida, para países como a África do Sul, Portugal, China, Namíbia, República Democrática do Congo e Congo-Brazzaville, de formas não concertada.
Porém, com esse protocolo pode-se avançar na exportação de marcas nacionais, já definidas em seis categorias: refrigerantes, águas de mesa, sumos néctares, cervejas, vinhos e outras bebidas espirituosas.
A AIBA e associados empregam directamente mais de 14 mil pessoas e mais 45 mil colaboradores.

 

http://jornaldeangola.sapo.ao/economia/investimentos/sala_de_negocios_aberta_em_luanda

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O Observatório

Este observatório é uma iniciativa do Grupo de Estudos Africanos vinculado ao Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (GEA/IREL-UnB), que busca refletir sobre a vida política, social e econômica da África contemporânea, com destaque para sua inserção internacional. Preocupando-se com o continente marcado pela diversidade, o Grupo de Estudos Africanos, por meio do Observatório, propõe um olhar crítico e compreensivo sobre temas africanos, em suas mais diversas dimensões.
%d blogueiros gostam disto: