.
em foco...
Guiné Bissau, PAIGC

PAIGC realiza primeira convenção do partido

0,3092a56d-d387-419a-a6f9-fb07d1866e58.jpg

Bissau, 19 jun (Lusa) – O Partido Africano para a Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) vai organizar a primeira Convenção Nacional entre quinta-feira e sábado para debater preocupações da estrutura partidária e da Guiné-Bissau.

“A Convenção Nacional é, nos termos dos estatutos do PAIGC, um fórum de debate de ideias, de consulta e orientação política do partido. Normalmente, este fórum tem debate quando existem problemas quer no partido, quer no país”, afirmou João Bernardo Vieira, porta-voz do partido.

Segundo João Bernardo Vieira, a direção do PAIGC decidiu organizar o fórum para “aprofundar um conjunto de questões que são preocupações quer do partido, quer do país”.

“Teremos 600 delegados na convenção, que foram recrutados no âmbito de um processo de escolha nas bases”, disse.

A convenção terá um conjunto de temas em debate, incluindo os princípios e fundamentos ideológicos do PAIGC, estatutos do partido, o papel das mulheres o partido e a democracia, corrupção.

Durante a convenção, também será debatido o melhor regime político para a Guiné-Bissau, se é o semipresidencialismo ou o presidencialismo, acrescentou.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O Observatório

Este observatório é uma iniciativa do Grupo de Estudos Africanos vinculado ao Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (GEA/IREL-UnB), que busca refletir sobre a vida política, social e econômica da África contemporânea, com destaque para sua inserção internacional. Preocupando-se com o continente marcado pela diversidade, o Grupo de Estudos Africanos, por meio do Observatório, propõe um olhar crítico e compreensivo sobre temas africanos, em suas mais diversas dimensões.
%d blogueiros gostam disto: