.
em foco...
África Austral, África Central, Economia, Leste Africano, Oeste Africano, Política

As economias da África Subsaariana devem crescer 2,9 % em 2017

011_geografia_01No seu mais recente relatório sobre as Perspectivas Econômicas Globais, o Banco Mundial espera que o produto interno bruto (PIB) mundial tenha este ano um crescimento real de 2,7 por cento, face aos 2,3 do ano passado. As economias da África Subsaariana devem crescer 2,9 por cento este ano,  alega o Banco Mundial no seu relatório divulgado ontem em Washington.
“O crescimento da África Subsaariana deve ter um aceleramento modesto de 2,9 por cento em 2017, à medida que a região continua a ajustar-se a preços mais baixos dos produtos básicos”, lê-se no relatório intitulado “Perspectivas Econômicas Globais: investimento fraco em tempos incertos.”
“Segundo as estimativas, o crescimento na região da África Subsaariana caiu para 1,5 por cento em 2016, o ritmo mais lento em duas décadas, à medida que as economias de exportação de preços de produtos básicos se ajustavam a preços baixos”, lê-se no relatório. O informe realça que “os países exportadores de petróleo, que contribuíram dois terços da produção regional, foram responsáveis pela maior parte da retracção, ao passo que a actividade em economias sem uso intensivo de recursos, geralmente permaneceu sólida”.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O Observatório

Este observatório é uma iniciativa do Grupo de Estudos Africanos vinculado ao Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (GEA/IREL-UnB), que busca refletir sobre a vida política, social e econômica da África contemporânea, com destaque para sua inserção internacional. Preocupando-se com o continente marcado pela diversidade, o Grupo de Estudos Africanos, por meio do Observatório, propõe um olhar crítico e compreensivo sobre temas africanos, em suas mais diversas dimensões.
%d blogueiros gostam disto: