.
em foco...
Evento, PALOP

China estabelece relações diplomáticas com São Tomé e Príncipe

 

bandeira-sao-tome-and-principe

 

A China estabeleceu oficialmente nesta segunda-feira relações diplomáticas com São Tomé e Príncipe, uma semana depois da ilha africana ter abandonado o pequeno grupo de Estados que reconhecem o governo de Taiwan como único representante chinês.

Os ministros das Relações Exteriores da China e de São Tomé e Príncipe, Wang Yi e Urbino Botelho, respectivamente, assinaram em Pequim um comunicado comum que anuncia o estabelecimento das relações.

São Tomé e Príncipe (200.000 habitantes) anunciou em 20 de dezembro o rompimento das relações diplomáticas com Taiwan.

A decisão reduz a 21 o número de Estados que reconhecem Taiwan, incluindo o Vaticano e os países africanos de Suazilândia e Burkina Faso.

Os demais são pequenos países da América Central, Caribe e Pacífico.

O ministro das Relações Exteriores de Taiwan, David Lee, afirmou que São Tomé e Príncipe exigia uma ajuda financeira “astronômica” para manter as relações diplomáticas, o que o governo taiwanês não aceitou

http://www.istoedinheiro.com.br/…/china-estabelece-r…/445021

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O Observatório

Este observatório é uma iniciativa do Grupo de Estudos Africanos vinculado ao Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (GEA/IREL-UnB), que busca refletir sobre a vida política, social e econômica da África contemporânea, com destaque para sua inserção internacional. Preocupando-se com o continente marcado pela diversidade, o Grupo de Estudos Africanos, por meio do Observatório, propõe um olhar crítico e compreensivo sobre temas africanos, em suas mais diversas dimensões.
%d blogueiros gostam disto: