.
em foco...
Angola, Política

A saúde em Angola pode estar melhorando

ANGOLANAS,FLUXO
Conselho de Ministros angolano recomenda divulgação de dois relatórios sobre a saudê em Angola que apresenta mudanças importantes.
O primeiro, a ser lançado na quinta-feira, refere-se à mortalidade infantil, que corresponde ao número de óbitos em crianças por mil nascimentos vivos no país em 2015 e 2016 e traduz o risco de morte durante o primeiro ano de vida.
“Trata-se de uma evolução extraordinária de um país que saiu de uma fase de pós-conflito e que está a recuperar todo o seu sistema sanitário”, disse, acrescentando que no documento constam dados como a taxa de cobertura de vacinação em crianças, a taxa de fecundidade, além de dados sobre nutrição e anemia. Outra informação importante no documento tem a ver com as atitudes e percepções sobre a Aids. O relatório indica, por exemplo, que apenas 33 por cento das mulheres entre os 15 e 24 anos sabem o que é ou como se contrai a Aids.
Outro dado importante tem a ver com o relacionamento entre homens e mulheres. O relatório revela que apenas dois por cento de mulheres com idades entre os 15 e 49 anos tiveram mais de um parceiro nos últimos 12 meses.
O segundo relatório, a ser lançado em Fevereiro, traz dados como a situação da mortalidade materna, trabalho infantil, violência doméstica e a taxa de prevalência do HIV/Aids. O ministro da Saúde, Luís Gomes Sambo, confirmou que do relatório a ser apresentado em Fevereiro constam dados que demonstram, igualmente, uma redução da mortalidade materna.
O Inquérito teve como objectivo obter informação sobre o sector da Saúde, concretamente sobre a mulher, a criança e sobre o agregado familiar e foi elaborado em coordenação com o Ministério da Saúde e outros organismos e instituições, como a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e o Banco Mundial.
Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O Observatório

Este observatório é uma iniciativa do Grupo de Estudos Africanos vinculado ao Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (GEA/IREL-UnB), que busca refletir sobre a vida política, social e econômica da África contemporânea, com destaque para sua inserção internacional. Preocupando-se com o continente marcado pela diversidade, o Grupo de Estudos Africanos, por meio do Observatório, propõe um olhar crítico e compreensivo sobre temas africanos, em suas mais diversas dimensões.
%d blogueiros gostam disto: