.
em foco...
Brasil – África, Cultura

Kapulana abre novo horizonte à obra do moçambicano Aldino Muianga no Brasil

muianga

Autor moçambicano promoveu sua obra durante 10 dias naquele país

Aldino Muianga, uma das grandes vozes da literatura moçambicana, autor de vários livros em prosa, esteve no Brasil, entre os dias 7 e 17 deste mês, a convite da editora brasileira Kapulana. Ao longo dos 10 dias que Muianga lá esteve publicou dois livros, nomeadamente, “O domador de burros e outros contos  e “A noiva de Kebera”.

Mas a actividade do autor foi além de publicar livros já conhecidos pelo público moçambicano, no entanto, novidades para os brasileiros. Aldino Muianga também participou de um circuito de eventos culturais nas cidades de São Paulo, Salvador e Rio de Janeiro, como mesas-redondas, debates e palestras sobre literatura moçambicana.

Nesta que foi a primeira visita do escritor ao território brasileiro, no dia 8, a convite de Tânia Celestino de Macedo, do Centro de Estudos Africanos da Universidade de São Paulo (CEA-USP), Muianga participou do programa subordinado ao tema “Encontro com o escritor Aldino Muianga”, na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. O escritor, que é médico-cirurgião, fez uma apresentação sobre sua vida e obra e seu processo de criação literária. O público presente – professores, alunos e outros pesquisadores de literatura – teve a oportunidade de conversar com o autor, que falou sobre a conexão existente entre os géneros “conto” e “poesia” e fez uma análise do processo tradicional de narração de histórias moçambicanas, denominado “à volta da fogueira”.

No dia seguinte, aconteceu o lançamento paulistano do livro de contos do autor, “A noiva de Kebera”, na Livraria Blooks de São Paulo. Na ocasião, foi organizada uma mesa-redonda com os principais participantes da edição brasileira: o autor; o prefaciador, Nazir A. Can, da Universidade Federal do Rio de Janeiro; e o ilustrador dos contos, o brasileiro Dan Arsky. Foi um evento em que o público teve a oportunidade de ouvir dos protagonistas dessa publicação nacional como foi o processo de criação conjunto do livro que estava sendo lançado. Muianga falou sobre o processo de criação literária; Can, sobre sua leitura analítica da obra; e Arsky, sobre a representação em forma de imagens da obra moçambicana que lia pela primeira vez. Os três participaram da conversa com o público e da sessão de autógrafos.

Nesta passagem pelo Brasil Aldino Muianga visitou a Editora Kapulana e concedeu duas entrevistas: para a Rádio Unesp e para o Jornal Plano Crítico. E, acompanhado de Rosana Weg e Amanda Azevedo, diretoras da Editora Kapulana, Aldino Muianga participou das actividades da II Pré-balada literária da Bahia, na cidade de Salvador, a convite dos organizadores, os escritores Marcelino Freire e Nelson Maca.

As atividades ocorreram na Biblioteca Pública do Estado da Bahia (Biblioteca dos Barris), onde o escritor da Kapulana assistiu a uma série de manifestações culturais de artistas locais. E, no dia 12 deste mês, houve o lançamento dos livros “A noiva de Kebera”, de Aldino Muianga, e “Sangue negro”, de Noémia de Sousa. Foi uma festa literária com mesas de conversas, leituras de poemas por Lúcia Santos e Luíza Santos, intervenções visuais em tempo real, performances musicais e dramatizações.

Porque Brasil também é feito de memórias, no dia 13 o escritor moçambicano foi convidado a conhecer a casa onde morava e trabalhava o escritor baiano Jorge Amado, uma das suas grandes referências literárias.

A cidade seguinte onde Aldino Muianga se apresentou foi o Rio de Janeiro, onde esteve acompanhado da directora da Kapulana, Rosana Weg e de sua assistente editorial, Bruna Barros.

Em 17 de Novembro, Muianga participou, em conjunto com o poeta angolano Fernando Kafukeno, do evento “Angola e Moçambique: diálogos literários”. A mesa de debates foi conduzida por Carmen Tindó Secco e por Nazir Ahmed Can, ambos do sector de Literaturas Africanas da UFRJ.

http://opais.sapo.mz/index.php/cultura/82-cultura/42564-kapulana-abre-novo-horizonte-a-obra-de-aldino-muianga-no-brasil-.html

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O Observatório

Este observatório é uma iniciativa do Grupo de Estudos Africanos vinculado ao Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (GEA/IREL-UnB), que busca refletir sobre a vida política, social e econômica da África contemporânea, com destaque para sua inserção internacional. Preocupando-se com o continente marcado pela diversidade, o Grupo de Estudos Africanos, por meio do Observatório, propõe um olhar crítico e compreensivo sobre temas africanos, em suas mais diversas dimensões.
%d blogueiros gostam disto: