.
em foco...
Angola, Economia, PALOP, Política

Voo de Angola para Cabo Verde dá prejuizo

taag

Ulisses Correia e Silva garantiu hoje que o governo não vai conceder isenções à TAAG. A TACV já dá “problemas que bastem”, confessou o primeiro-ministro que, no entanto, não fecha a porta a outras saídas no âmbito das relações entre os dois países.

 

Em declarações à radio Voice of America(VOA), o primeiro-ministro descartou a possibilidade de o seu Governo subsidiar os voos da TAAG entre Luanda e Praia, com escala em São Tomé.

Questionado pela VOA, Ulisses Correia e Silva lembrou que a companhia de bandeira do arquipélago, a TACV, enfrenta “problemas que bastem” de sustentabilidade e que o seu Executivo não tem condições para conceder subsídios ou isenções.

O chefe do Governo cabo-verdiano afirmou ainda que o seu Governo não recebeu ainda qualquer informação oficial, mas admitiu haver accionado canais próprios para resolver a questão, sem explicar quais.

Tal como o Expresso das Ilhas noticiou na passada segunda-feira, o PCA da TAAG, Peter Hill, apontou o caso de Cabo Verde como sendo uma das rotas menos rentáveis operadas pela TAAG. “Há certas rotas que não têm sido rentáveis quanto gostaríamos que fossem. O voo para Cabo Verde, por exemplo, leva 5,5 horas no meio do oceano Atlântico. É uma rota muito cara, pois custa-nos 2,5 milhões de dólares por ano, para transportar apenas, em média, 20 pessoas por voo”, aponta Hill na entrevista que concedeu ao jornal angolano Valor Económico. “O 737 faz ida-e-volta com a carga toda. Falando claramente, não podemos dar-nos a esse luxo. Então, Cabo Verde vai sair da programação”, reforça Hill.

Fonte:http://www.expressodasilhas.sapo.cv/economia/item/50787-governo-nao-vai-subsidiar-rota-angolana-da-taag

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O Observatório

Este observatório é uma iniciativa do Grupo de Estudos Africanos vinculado ao Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (GEA/IREL-UnB), que busca refletir sobre a vida política, social e econômica da África contemporânea, com destaque para sua inserção internacional. Preocupando-se com o continente marcado pela diversidade, o Grupo de Estudos Africanos, por meio do Observatório, propõe um olhar crítico e compreensivo sobre temas africanos, em suas mais diversas dimensões.
%d blogueiros gostam disto: