.
em foco...
Brasil – África, Evento, PALOP, Política

Na véspera da XI Cúpula da CPLP, o Chanceler José Serra recebeu em Brasília seu homólogo de Cabo Verde, Luís Filipe Lopes Tavares

 

serra-e-o-encontro-com-cabo-verde

 

Cabo Verde vai assumir a próxima presidência rotativa da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) em 2018 e acolher a XII conferência de chefes de Estado e de Governo, disse hoje à Lusa fonte da organização.

A decisão foi tomada no primeiro dia de trabalhos da XI conferência de chefes de Estado e de Governo da CPLP, que está a decorrer no Palácio do Itamaraty, em Brasília, capital do Brasil.
O Brasil assumiu esta segunda-feira a presidência rotativa da CPLP nos próximos dois anos e Cabo Verde ofereceu-se para acolher a próxima cimeira, em 2018, e a presidência rotativa nos dois anos seguintes, disse a mesma fonte à Lusa.
A disponibilidade de Cabo Verde foi manifestada pelo Presidente, Jorge Carlos Fonseca, e foi aceite, acrescentou a fonte.
Integram a CPLP Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O Observatório

Este observatório é uma iniciativa do Grupo de Estudos Africanos vinculado ao Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (GEA/IREL-UnB), que busca refletir sobre a vida política, social e econômica da África contemporânea, com destaque para sua inserção internacional. Preocupando-se com o continente marcado pela diversidade, o Grupo de Estudos Africanos, por meio do Observatório, propõe um olhar crítico e compreensivo sobre temas africanos, em suas mais diversas dimensões.
%d blogueiros gostam disto: