.
em foco...
Economia, Evento, História, PALOP

Guterres: CPLP tem “enormes possibilidades de se afirmar com mais intensidade”

antonio-guterres

O secretário-geral eleito da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse nesse domingo (30) que a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) tem “enormes possibilidades de se afirmar com mais intensidade” e fez votos de que os Estados busquem fazer com que a organização seja “mais influente”.

“Eu creio que, cada vez mais, os problemas são globais e as respostas são globais. E, por isso, uma organização universal como é a CPLP terá seguramente enormes possibilidades de se afirmar com mais intensidade no futuro”, afirmou Guterres, em entrevista, durante recepção à comunidade portuguesa, com a presença do presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, na residência do embaixador de Portugal em Brasília.

Guterres, que assumirá a secretaria-geral da ONU no dia 1º de janeiro de 2017, disse ainda esperar que tenha êxito o esforço de dar à CPLP uma posição cada vez mais influente.

O ex-primeiro-ministro português participa, a partir de hoje (31), em Brasília, da 11ª Conferência de Chefes de Estado e de Governo da CPLP, a convite do presidente brasileiro, Michel Temer.

Edição: Graça Adjuto
Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O Observatório

Este observatório é uma iniciativa do Grupo de Estudos Africanos vinculado ao Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (GEA/IREL-UnB), que busca refletir sobre a vida política, social e econômica da África contemporânea, com destaque para sua inserção internacional. Preocupando-se com o continente marcado pela diversidade, o Grupo de Estudos Africanos, por meio do Observatório, propõe um olhar crítico e compreensivo sobre temas africanos, em suas mais diversas dimensões.
%d blogueiros gostam disto: