.
em foco...
Cultura, PALOP

O ensino pré-escolar é deficitário em Moçambique

mocambique

Em Moçambique, apenas quatro por cento das crianças menores de cinco anos frequentam o ensino pré-escolar. Como consequência, a maioria tem desenvolvimento mental, linguístico e social comprometido.

Há fraca adesão ao ensino pré-escolar em Moçambique. O facto fica a dever-se a falta de estabelecimentos deste nível de ensino e aos professores qualificados.

O ministro da Educação, Jorge Ferrão, mostrou preocupação pelo fato de crianças do ensino básico apresentarem dificuldades para a leitura, escrita e cálculo: “A constatação que tivemos é que de cem alunos do primeiro ciclo aparentemente ou próximo de dez deles tinham um domínio perfeito de leitura, escrita e cálculo. Depois até sessenta alunos sabiam ler, escrever e cálculo, mas não eram fluentes. E tínhamos o resto dos alunos, os restantes trinta por cento, tinham problemas para ler e escrever”.

http://www.jornalfloripa.com.br/mundo/noticia.php…

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O Observatório

Este observatório é uma iniciativa do Grupo de Estudos Africanos vinculado ao Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (GEA/IREL-UnB), que busca refletir sobre a vida política, social e econômica da África contemporânea, com destaque para sua inserção internacional. Preocupando-se com o continente marcado pela diversidade, o Grupo de Estudos Africanos, por meio do Observatório, propõe um olhar crítico e compreensivo sobre temas africanos, em suas mais diversas dimensões.
%d blogueiros gostam disto: