“A carteira de ativos doméstica inclui nove operações” para um total de compromissos líquidos de 50,6 milhões de euros, “enquanto uma outra conta inclui duas operações multinacionais” no valor de 30,5 milhões de euros, de acordo com o documento.

Os dados surgem depois encontros entre dirigentes do BAD e do governo guineense, realizados em setembro.

“O nível de autorizações do Banco [para operações financeiras] é uma ilustração da forte parceria forjada entre a Guiné Bissau e o Banco Africano de Desenvolvimento ao longo de mais de quatro décadas de cooperação”, destacou o BAD.

De acordo com o banco, o desempenho operacional na execução de projetos melhorou e a duração média dos trabalhos apoiados em território guineense baixou de 6,6 para quatro anos.

As autoridades e o BAD vão criar “um controlo regular e aprofundado com base na descentralização dos serviços do escritório regional do BAD, em Dakar, que desde 2005 tem dado um suporte mais forte a operações de proximidade com os parceiros da Guiné-Bissau”, concluiu o BAD.

http://24.sapo.pt/noticias/internacional/artigo/banco-africano-de-desenvolvimento-bad-tem-81-2-me-de-operacoes-em-curso-na-guine-bissau_21313589.html