.
em foco...
Angola, Política

Dois filhos de José Eduardo dos Santos no Comité Central do MPLA, Isabel dos Santos fica fora

09 de Agosto de 2016, 13:49
Luanda, 09 ago (Lusa) – José Filomeno dos Santos e Welwistchea dos Santos, filhos do Presidente angolano, integram a lista de nomes propostos para o Comité Central do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), ficando de fora Isabel dos Santos.A informação foi prestada à Lusa por fontes do partido à margem da reunião extraordinária do Comité Central do MPLA, que está a decorrer em Luanda para preparação do VII congresso ordinário, que arranca a 17 de agosto e que aprovará a recandidatura de José Eduardo dos Santos ao cargo e a lista com os 363 nomes àquele órgão deliberativo.

A empresária Isabel dos Santos, filha mais velha do chefe de Estado angolano, que a nomeou para o cargo de presidente do conselho de administração da petrolífera estatal Sonangol, ficou de fora desta lista, apesar de ter sido apontada, até agora, como potencial candidata à sucessão de José Eduardo dos Santos.

O presidente do MPLA e chefe de Estado há 36 anos, anunciou em março último que deixa a vida política ativa em 2018, quando completará 76 anos, mas sem concretizar até agora como será feita a transição ou se pretende ainda concorrer às próximas eleições gerais, dentro de um ano.

José Filomeno dos Santos (conhecido como ‘Zenú’), 38 anos, é proposto pela estrutura da juventude do partido, a JMPLA. Fundou um banco em Angola em 2008, depois de fazer a formação académica na Europa, e lidera desde 2013 – também por nomeação do chefe de Estado – o Fundo Soberano de Angola, cuja carteira de investimentos públicos ascende a 5.000 milhões de dólares.

Welwistchea dos Santos (conhecida como ‘Tchizé’), também com 38 anos, é uma empresária e militante ativa do MPLA, integrando a lista ao Comité Central proposta pela estrutura feminina do partido, a Organização da Mulher Angolana (OMA).

José Filomeno dos Santos tem sido recorrentemente apontado como possível sucessor do pai no partido, mas descartou anteriormente objetivos políticos.

O presidente do MPLA anunciou hoje, no discurso de abertura da reunião, uma renovação nos mais de 300 membros do Comité Central do partido que governa Angola desde 1975, mas abaixo do previsto.

“A comissão de candidaturas elaborou a lista dos candidatos que o Bureau Político apresentará ao Comité Central, para que a submeta ao VII congresso do MPLA, com vista à sua eleição. Foi observado o princípio da continuidade e renovação dos atuais membros do Comité Central, embora as percentagens preconizadas ficassem ligeiramente aquém do previsto”, reconheceu José Eduardo dos Santos.

Em novembro do ano passado, o líder do MPLA tinha anunciado a renovação de 45 por cento dos cargos de direção, nos vários escalões previstos nos estatutos do partido.

 

http://noticias.sapo.ao/lusa/artigo/21101452.html

Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O Observatório

Este observatório é uma iniciativa do Grupo de Estudos Africanos vinculado ao Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (GEA/IREL-UnB), que busca refletir sobre a vida política, social e econômica da África contemporânea, com destaque para sua inserção internacional. Preocupando-se com o continente marcado pela diversidade, o Grupo de Estudos Africanos, por meio do Observatório, propõe um olhar crítico e compreensivo sobre temas africanos, em suas mais diversas dimensões.
%d blogueiros gostam disto: