.
em foco...
PALOP

Guiné-Bissau desiste de participar por falta de dinheiro

JogosCplp2016-640x400
 
 
A Guiné-Bissau desistiu de participar na X edição dos Jogos da CPLP, que arrancam no domingo na ilha cabo-verdiana do Sal, alegando “limitações de ordem financeira”, informou hoje a organização do evento multidesportivo.
 
“Os motivos desta inesperada não-participação, explicaram os responsáveis daquele país, prendem-se com limitações de ordem financeira e que ultrapassam a Comissão de Organização destes X Jogos da CPLP”, informou a organização em nota de imprensa.
 
A mesma fonte indicou que a Guiné-Bissau informou sexta-feira à noite da sua não-participação nos Jogos da CPLP que acontecem até ao dia 24 deste mês.
 
“Por esta inesperada situação, resta-nos lamentar, na certeza de que até o último momento tudo se fez para que a Guiné-Bissau estivesse presente neste certame”, prossegue a organização, que promete “tudo fazer” para que os jogos decorram “da melhor forma e venham a ser uma verdadeira festa da Lusofonia”.
 
A Guiné-Bissau deveria participar nas modalidades de futebol, andebol, basquetebol, voleibol de praia e atletismo.
 
Os guineenses são o segundo país a desistir de participar nas competições nos Jogos da CPLP, depois da Guiné Equatorial, que, no entanto, vai estar presente com uma delegação ministerial na Conferência de Ministros que acontece domingo de manhã.
 
Nesta que era a primeira edição em que se perspetivava a participação de todos os nove países da comunidade, vai contar agora com sete: Cabo Verde, Brasil, Angola, Portugal, São Tomé e Príncipe, Timor Leste e Moçambique.
 
A cerimónia de abertura será domingo à noite, no Estádio Municipal Marcelo Leitão, em Espargos, que a par de Santa Maria vai ser o palco dos jogos, realizados pela segunda vez em Cabo Verde, depois de 2002.
 
O evento multidesportivo vai contar com a presença de cerca de 500 atletas, que vão competir nas modalidades de futebol, atletismo, andebol, taekwondo, basquetebol, natação e voleibol de praia.
 
Além da vertente desportiva, os Jogos da CPLP têm como objetivo reforçar a solidariedade, interação, convívio e camaradagem entre os povos e atletas dos países que falam português.
 
A primeira edição foi realizada em 1992, em Lisboa, seguindo-se Bissau (1995), Maputo (1997), Praia (2002), Luanda (2005), Rio de Janeiro (2008), Maputo (2010), Mafra (2002) e Luanda (2014).
 
Anúncios

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O Observatório

Este observatório é uma iniciativa do Grupo de Estudos Africanos vinculado ao Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (GEA/IREL-UnB), que busca refletir sobre a vida política, social e econômica da África contemporânea, com destaque para sua inserção internacional. Preocupando-se com o continente marcado pela diversidade, o Grupo de Estudos Africanos, por meio do Observatório, propõe um olhar crítico e compreensivo sobre temas africanos, em suas mais diversas dimensões.
%d blogueiros gostam disto: